SOBRE



Dizem que o portfolio fala pela gente. E é verdade. Na nossa profissão, ele fala muito. Muito mesmo. Mas não fala tudo.

Portfolio não diz se você é simpático, inteligente ou 100% fake. Não diz se você dá “bom dia” quando chega na agência, se é uma pessoa bacana ou se apenas as suas ideias é que são.

Olhando por esse lado, minha pasta é quase muda. Porque ela não fala muita coisa sobre mim. Não conta sobre o meu bom-humor irritante. Nem que sou um maluco por esportes. Daqueles que já foi capitão de time de basket, campeão de torneio de frescobol, corredor de prova de 10km, praticante de musculação e por aí vai.

O que mais o meu porfolio não conta? Não conta que eu já fiz aula de teatro, que sou doador de sangue, que nunca chupei uma laranja, que sou católico mas acredito em espiritismo, umbanda, numerologia e candomblé. (É! Coisas de aquariano)

E tem mais: ele não diz que eu sou um cara simples.
Simples assim como as minhas origens. Sou filho de um contador e uma telfonista, neto de um marceneiro e uma costureira. E tudo o que sou hoje eu devo a eles.

Bom, esse é o Rodrigo da Matta que meu portfolio esconde. Agora se você quiser conhecer um pouco mais sobre o meu trabalho, dá uma olhadinha nele.
Porque, nesse ponto, ele fala por mim.


︎

Rodrigo da Matta, 40 anos, casado, redator e, atualmente, Diretor Executivo de Criação na JWT São Paulo.

CONTATO

rodrigodamata@yahoo.com.br

HISTÓRICO


JWT /
Africa /
age. /
McCann Erickson /
age. /
LeoBurnett /
Fischer America /